/ Notícias / IFPR Astorga inicia projeto de extensão com podcast

IFPR Astorga inicia projeto de extensão com podcast

Publicado em

No dia 06/06/22, o Campus Avançado Astorga deu início às atividades do projeto de extensão IFcast: o podcast do IFPR campus Astorga, coordenado pelo professor Dr. Joel Cavalcante.

Os três primeiros episódios foram gravados com as seguintes temáticas: ‘A obra autoral no rap do estudante Maikon Oliveira, ‘A literatura de José Saramago’ pelo estudante Otávio e ‘As fake news e a ameaça às democracias através da obra Engenheiros do Caos’, pela estudante Beatriz Maetiasi, todos estudantes do 4° ano do curso Técnico em Informática Integrado ao Ensino Médio.

A ação visa estimular o debate, a troca de ideias e experiências, objetivando um estímulo ao protagonismo estudantil na inserção ao debate público e acadêmico numa perspectiva interdisciplinar, buscando uma interface de temas como sociedade, cultura, ciência e tecnologia.

Como explica o professor Joel:

“A pandemia trouxe uma explosão desse novo formato de podcasts, que já existia, mas foi potencializado em um momento delicado de nossa história. Nunca foi tão importante falar, ouvir, refletir, pensar-se como sujeito, mas também como grupo, lançando perspectivas sobre a experiência humana, compartilhada e em movimento. A retomada desse debate público, ainda que em formato mais leve, informal e em clima de descontração, consiste num esforço a nós educadores, ao que o mestre Paulo Freire classificava como uma pedagogia da escuta. Numa sociedade de áudios acelerados e intenso narcisismo, entre outros sintomas da nossa pouca disposição à escuta do outro, o formato insta a aproximação e integração da comunidade acadêmica.  Ademais, inserir o jovem no mundo da comunicação é instrumentalizar pedagogicamente essa ferramenta de comunicação para fins de cidadania, emancipação, desenvolvimento do pensamento crítico, divulgação de trabalhos autorais, de pesquisas e ações desenvolvidas no campus, entre outros interesses acadêmicos, artísticos, esportivos e culturais dos estudantes”.

Leia mais

Topo